Publicado em: 07/02/2019 14h41 – Atualizado em: 13/08/2019 18h54

07/02/2019 - Equipe de inovação da JFSP participa de “III Encontro do Consórcio de Ideias”

A ECT - Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) promoveu em 1/2 o “III Encontro do Consórcio de Ideias”. O evento reuniu equipes de inovação de diversas instituições públicas para compartilhar ações e dar continuidade ao trabalho inicialmente desenvolvido com o time HubGov Sampa.  

“É uma enorme satisfação receber todas essas empresas e órgãos públicos. É sempre muito bom ter um ambiente propício para essa troca de experiências e de ideias”, declarou Marjorie Fryszman, representante da Superintendência Estadual de São Paulo Metropolitana (Correios).

“A cada encontro vamos agregando outras organizações públicas dispostas a investir na melhoria dos serviços que prestam à população, pelo compartilhamento de soluções e pelo espírito inovador de pessoas que acreditam que é possível fazer um bom serviço público”, afirmou Gisele Fessore, diretora da Subsecretaria de Comunicação, Conhecimento e Inovação, da Justiça Federal de São Paulo. 

O evento contou com a apresentação de ações inovadoras dos Correios nas áreas comercial, de logística, educação e finanças. 

“Conseguimos mostrar para as empresas e órgãos convidados o que é os Correios e também mostrar para os Correios o que é o Consórcio de Ideias. O objetivo é compartilharmos novas ideias, dividir problemas e soluções. Posso dizer que foi uma vitória para todos que aqui estiveram envolvidos”, analisou Marcelo Cavalcante, dos Correios.

“Vejo todos os participantes como agentes de mudanças dentro das respectivas instituições. Precisamos mudar o atual modelo mental e trazer modernização para dentro dos nossos órgãos”, afirmou Luzia Domingues Garcia Haibara, dos Correios. 

O colaborador Moacir do Vale Júnior, gerente corporativo de inovação dos Correios, em sua apresentação destacou a importância e o real sentido da equipe de inovação nas instituições. 

“Inovar com foco no cliente é saber o problema do cliente e batalhar para construir soluções a partir da necessidade e não das limitações do processo das empresas. Para isso, a empresa tem que construir sistemas de apoio com uma estrutura que privilegia o atendimento ao cliente”, afirmou Moacir do Valle Júnior.

Marjorie Fryszman  explicou que a inovação é algo muito importante para os Correios, dada a concorrência vivenciada pela empresa pública no ramo de encomendas. “Nós somos uma empresa que está no Brasil todo. Estamos presentes com as nossas agências ou com a nossa distribuição feita pelos carteiros em todos os municípios do país, e, além disso, parte dos nossos serviços que mais cresce é concorrencial. O e-comerce tem alavancado muito o crescimento do mercado de encomendas e os Correios não atua sozinho. Quando você é uma empresa pública que tem que competir no mercado com empresas privadas isso fatalmente conduz à necessidade de inovar”. 

O evento ainda contou com mesas temáticas para discussão e compartilhamento de ideias e um tour guiado no Centro Operacional dos Correios. 

“Toda vez que nos juntamos, aprendemos um pouco mais e os órgãos saem ganhando com essa troca. Hoje pudemos compreender novos conceitos, é um processo de aprendizado contínuo”, disse Elaine Cristina Cestari, da Justiça Federal de São Paulo.  

“É extremamente positiva essa iniciativa! Nós que trabalhamos no governo, quer seja Federal, Estadual ou Municipal, temos que interagir no sentido de encontrar as nossas semelhanças, que com certeza vão trazer a solução de muitos problemas. O cliente-cidadão precisa receber um serviço eficiente e eficaz. Nas condições atuais, isso somente é possível com muitas ideias que vão gerar inovações e trazer benefícios para todas as partes interessadas”, concluiu João Pinheiro de Barros Neto, dos Correios.  

Os encontros do Consórcio de Ideias são realizados com os integrantes HubGov Sampa, que é um programa interinstitucional de inovação em governo que auxilia a propor soluções para um desafio da instituição, sendo aberto para a participação de quem trabalha com inovação. A instituição que recebe o evento tem a oportunidade de apresentar as ações internas, além de promover um novo  momento fomentador de inovação. (KS)

Fotos: Kátia Serafim