Publicado em: 30/08/2018 17h45 – Atualizado em: 11/10/2018 16h10

Gestão de Dados

Apresentação

Um dos aspectos fundamentais para as atividades de inovação é uma gestão de dados eficiente. As informações devem ficar disponíveis para que seja possível a realização de análises situacionais e a identificação de causas e tendências.

Manter os dados organizados e disponíveis é essencial para a tomada de decisões pela Administração frente aos desafios de restrições orçamentárias, redução do quadro de servidores e riscos nas contratações de alto custo.

O que é Gestão de Dados

A Gestão de Dados consiste no esforço de coletar, integrar e analisar os dados produzidos ou utilizados no desempenho das atividades administrativas e judiciais, estruturados ou não, provenientes de fontes diversas e heterogêneas, a fim de torná-los prontamente disponíveis aos órgãos gestores que deles necessitarem, com a devida preservação do sigilo legal, quando for o caso, com o objetivo de:

I - subsidiar a tomada de decisões gerenciais, mediante análise situacional e identificação de causas e tendências;

II - automatizar a apuração de métricas de desempenho e outros indicadores numéricos importantes para a tomada de decisões gerenciais; e

III - automatizar e aprimorar fluxos de trabalho.

O que fazemos

A Equipe de Gestão de Dados do iNovaJusp, instituída pela Portaria nº 36, de 13 de agosto de 2018, da Diretoria do Foro, recebeu as seguintes atribuições:

 

I - pesquisar, estudar e disseminar conhecimentos em gestão de dados, podendo, inclusive, propor e realizar cursos, palestras, seminários, encontros e outras atividades de treinamento e intercâmbio de ideias;

II - prospectar, desenvolver e propor aos demais órgãos administrativos técnicas e soluções tecnológicas para melhorar a gestão dos dados produzidos e armazenados pela Administração;

III - auxiliar os demais órgãos da Administração a gerir seus dados de modo eficiente, segundo os valores da inovação, dando-lhes assessoria e treinamento nessas áreas, podendo, inclusive, nesse contexto, propor alterações nos fluxos de trabalho;

IV - prospectar, desenvolver e propor aos demais órgãos da Administração técnicas e soluções tecnológicas para integração e análise de dados, a fim de melhorar a qualidade das informações destinadas a subsidiar as decisões dos gestores;

V - identificar dados indisponíveis e propor meios de disponibilizá-los;

VI - padronizar a forma como são armazenados, processados e disponibilizados os dados produzidos pela Administração, inclusive no tocante à identidade visual;

VII - criar e manter o armazém de dados (data warehouse) da Diretoria do Foro em colaboração com a Secretaria de Tecnologia da Informação - SETI do Tribunal Regional Federal da 3ª Região;

VIII - pesquisar, experimentar, desenvolver e implantar métodos de automação das atividades previstas nos incisos anteriores.

 

Contato

Equipe de Gestão de Dados do iNovaJusp - ADMSP-EGD@trf3.jus.br