TRF3SPMSJEF

Acessibilidade

alto contraste
Transparência e Prestação de contas
Intranet - Acesso Restrito
Menu
InternetNotíciasNotícias 2011

29/11/2011 - Curso de cálculos judiciais reúne servidores do Fórum Cível

No dia 24 de novembro foi realizado no Anexo Administrativo da República, em São Paulo/SP, o curso “Noções Gerais sobre Cálculos Judiciais Civeis”, coordenado pelo Núcleo de Cálculos Judiciais da Justiça Federal e voltado para os servidores das varas cíveis do Fórum Pedro Lessa, que atuam em decisões judiciais envolvendo cálculos.


O diretor da Subsecretaria Judiciária e de Gestão de Recursos Humanos (UREC), Eduardo Manelli Rizzoli, abriu o evento e falou da importância do curso para a Justiça Federal. “A ideia desse primeiro encontro é começar a treinar os servidores das varas para desenvolver os cálculos de forma mais simples, pois as contadorias de todo o estado estão sobrecarregadas”.


A diretora do Núcleo de Cálculos (NUCA), Akemi Ikeda, falou que o objetivo do curso é evitar retornos desnecessários dos processos à contadoria. “Verificamos que grande parte das dúvidas ou questões encaminhadas é perfeitamente possível de ser resolvida nas próprias secretarias. Entendo que o conhecimento em cálculos judiciais não deve ser exclusividade dos servidores que trabalham nas contadorias”, afirmou.


O primeiro palestrante do evento, o supervisor da Seção de Cálculos Judiciais de Execuções Fiscais, Jose Jair Batista Filho, apresentou as noções de cálculo, construção de índice e empréstimos bancários. Posteriormente, o assessor técnico do NUCA, Alderico Souza Araújo, falou sobre Imposto de Renda e a Lei 7713/88. Por fim, a supervisora de Cálculos Judiciais Cíveis, Rita Godoi de Souza, abordou questões como poupança e Fundo de Garantia.  


Cerca de 40 servidores compareceram ao evento e os palestrantes se mostraram entusiasmados com os possíveis resultados. “Com o curso, o trâmite processual será mais ágil e evitará o retrabalho”, afirmou Rita de Souza. “Esta noção de cálculo que estamos passando fará com que os servidores possam orientar as partes a trazerem os documentos corretos ou dar uma orientação de como pedir os seus direitos”, acrescentou José Jair.


Por fim, Eduardo Rizzoli disse que a ideia é que esses encontros sejam permanentes e, a partir do ano que vem, se estendam pelas demais subseções do estado. (FRC)


Fotos: Fernando Coleti

Publicado em 16/01/2018 às 14h06 e atualizado em 04/04/2024 às 12h12