TRF3SPMSJEF

Acessibilidade

alto contraste
Transparência e Prestação de contas
Intranet - Acesso Restrito
Menu
InternetNotíciasNotícias 2017

17/02/2017 - Conselho de Governança debate proposta orçamentária da JFSP

Aconteceu no dia 10/2, na capital paulista, a reunião do Conselho de Governança Integrada, Participativa e Inovadora (CONGIP), formado pela Diretoria do Foro, juízes representantes das subseções judiciárias do interior (polos de gestão) e servidores da área administrativa. O encontro teve como objetivo debater a pré-proposta orçamentária de 2018 que a Seção Judiciária de São Paulo encaminhará ao Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Durante a reunião, os participantes analisaram dados compilados em uma planilha referente às necessidades apontadas por diversos fóruns que poderiam ser incluídas na pré-proposta. “Esse levantamento trouxe para a Administração informações muito importantes. Recebemos não apenas as demandas das subseções, mas passamos a ter uma visão do conjunto, a fim de que consigamos contratar melhor e saber de quanto precisaremos para ter um orçamento adequado em 2018”, afirmou o juiz federal diretor do Foro, Paulo Cezar Neves Junior. 

A juíza federal Luciana Ortiz Zanoni, vice-diretora do Foro (capital), disse que a reunião do CONGIP, além de definir as prioridades, serviu para analisar o processo de elaboração do orçamento-programa participativo, “fazendo com que identifiquemos possíveis falhas e maneiras de como nos aprimorar”. Ela destacou a importância da Rede de Governança da Justiça Federal em São Paulo, que está viabilizando a participação de juízes e servidores em diversos projetos focados na melhoria da gestão.

“Esse diálogo entre as subseções e a Diretoria do Foro tende a enriquecer a busca de soluções eficientes e com o custo cada vez mais em sintonia com as dificuldades orçamentárias que o país está enfrentando”, ponderou o juiz federal Décio Gabriel Gimenez, da 3ª Vara Federal em Santos, que participou como representante de um dos polos de gestão.

Para a juíza federal Sylvia Marlene de Castro Figueiredo, diretora da Subseção Judiciária de Sorocaba e também representante de um polo de gestão, “com a rede de governança, as subseções passam a ter uma voz ativa para apresentar as necessidades de sua localidade, além de permitir que a Diretoria do Foro tenha condições de eleger as prioridades e atender a essas necessidades”.

As ações adotadas pelo CONGIP fazem parte do Programa de Gestão e Inovação da Justiça Federal em São Paulo, o iNovaJusp, lançado oficialmente em novembro do ano passado. O programa é baseado na construção coletiva de ações que promovam mudanças na realização das atividades da Justiça, propiciando melhores resultados ao serviço público.

“O desafio de administrar a Seção Judiciária de São Paulo é gigantesco, mas, por outro lado, o projeto de gestão e inovação já está trazendo resultados. Temos visto uma participação e um engajamento crescentes de juízes e servidores, pois eles estão percebendo que o espaço que está sendo dado é real e os resultados estão aparecendo”, concluiu o diretor do Foro. (JSM)

Foto: Jefferson Messias

Publicado em 13/12/2017 às 18h53 e atualizado em 18/01/2023 às 11h49